6 de jun de 2014

Lei da Palmada - Segundo Round

O Utopia já fez um post sobre a Lei da Palmada. A polêmica foi grande.
Agora que ela foi aprovada, aliás, sob o nome "Lei Menino Bernardo", a polêmica em redes sociais e círculos de pessoas está maior.

O Utopia comemora essa vitória, apesar de se entristecer por se fazer necessária a criação de uma nova lei redundante - o artigo 5º da Constituição Federal já ampara qualquer cidadão. Aliás, a criação de uma lei que considera crime descriminação de pessoas com Aids é outra redundância. Nesse mesmo artigo da Constituição há a "garantia" de igualdade e não-descriminação para todos. Mas isso é outra história.

Gostaríamos de esclarecer, para muitos cidadãos frustrados, que essa lei não quer interferir no que é chamado de "Modo de criar o meu filho", como tem explodido no facebook. O objetivo dela é proteger, e vamos enfatizar


Proteger as crianças que sofrem violência diária. Alguns pais revoltados estão lutando bravamente contra essa lei, mas ela visa assegurar os direitos contidos no ECA que garantem um ambiente seguro para viver.

Como o número de pessoas reclamantes está grande, gostaria de contar uma coisa que, aparentemente, não é assunto recorrente - acredito que esses pais não tenham conhecimento disso. Não julguemos, mostrarei aqui o que acontece em lares desestruturados para que tais senhores pais saibam também, afinal, eles acreditam fielmente que o governo lhes quer ditar regras.

Comecemos.



Esse documentário da Rede Record, de 2008(o vídeo é uma prévia do documentário completo), mostra um pouquinho do que é diário para muitas crianças e adolescentes no Brasil - e no mundo afora - e utiliza-se do cinismo para deixar claro que "os primitivos", e é claro que, ao dizer isso, o jornalista estava sendo bastante irônico, tratam suas crianças com mais respeito que os "civilizados" povos modernos. *Fatos comprovados, não especulações.

Para finalizar, eu poderia dizer quinhentas palavras, mas nenhuma delas diria tão bem quanto esse documentário do Fantástico exibido em 2013.





*pelo menos no caso dos grupos selecionados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caso comente anônimo, diga seu nome! =)